segunda-feira, 4 de julho de 2011

EU, MARIA PIA, por Maria Gabriel

          Trata-se de um romance histórico, escrito por Diana de Cadaval, uma jovem escritora que, após aturado trabalho de pesquisa acerca daquela que foi rainha de Portugal no século XVIII, retrata a sua vida no livro.
          Esta obra é um retrato psicológico de uma princesa italiana que é desposada por D. Luís I de Portugal com apenas 15 anos e que emociona qualquer leitor, visto que D. Maria Pia não foi, de todo, uma rainha feliz.
          A acção gira em torno da ideia de traição, realidade com que a futura rainha conviveu desde jovem, quando descobriu que seu pai traía a mãe. Após esta experiência traumática motivada pelos pais, Maria Pia acaba por reviver a experiência com o seu próprio marido.
          Com momentos como este, não há leitor algum que, por mais insensível que seja, não tenha sentido, de certa forma, compaixão desta rainha que, inicialmente, foi adorada pelo povo e viveu os seus últimos dias sozinha.

Sem comentários:

Publicar um comentário